sexta-feira, 6 de novembro de 2009

E tudo seguiu adiante

E então me fiz herói. Um dia desses, só pra ver como era sentir o grande mundo, pequeno outra vez, e não me sentir insignificante diante dele. Caminhei em passos largos, por cima de prédio e construções sem vida alguma. Carreguei cidades e alegrias em meus ombros por distâncias quilometradas bem servidas. Gastei sorrisos com pessoas que nem ao menos conhecia. Por muitas vezes senti na pele a sinestesia inexistente em carne humana. E por fim senti falta de poder sangrar às vezes. E então me fiz humano. Um dia desses, só pra ver como era sentir o grande mundo, grande novamente...

Um comentário:

Thomaz disse...

awesome!

e então me fiz leitor, e de bons versos fui ganho por uma pequena menina, dos melhores abraços e de grandes sorrisos.